O homem que não cortou as unhas desde 1952 bate recorde mundial | Bastidores da Notícia

0

Em 1952 , Shridhar Chillal parou de cortar as unhas . Mais de meio século depois, exatamente com 66 anos, o homem com um recorde do Guinness para suas garras de mais de 900 centímetros de comprimento, decidiu encerrar a aventura. As unhas farão parte de um museu em Nova York.



Homem não corta unhas há quase 63 anos e bate recorde mundial
Homem não corta unhas há quase 63 anos e bate recorde mundial



O caso singular ocorreu na quarta-feira passada durante uma "cerimônia" em Nova York. Shridhar Chillal, um nativo da Índia, finalmente os cortou , ou, para ser mais preciso, um técnico com uma máscara e uma pequena serra mecânica os cortou cuidadosamente. 



Em 82, as unhas de Chillal ter sido crescente desde que ele tinha 14 anos, e quando medido para a última vez, tinha um comprimento total de aproximadamente o mesmo tamanho de um ônibus de Londres, mais de 900 centímetros (a unha mais longa estava no polegar, 197 centímetros).


O homem foi reconhecido oficialmente pelo Guinness  como a pessoa com as maiores unhas do mundo em apenas uma mão na última edição da publicação. A unha do dedo médio tem 189,6 cm, a do dedo anelar 181,6 cm e a do indicador 164,5 cm. 


Questionado sobre o verdadeiro motivo de ter deixado as unhas crescerem, Shridhar comentou como tudo aconteceu. “Quando eu era estudante, eu e meu amigo fomos severamente espancados pelo meu professor, porque o meu amigo havia quebrado a unha que ele tinha deixado crescer por muito tempo. Nós o perguntamos porque ele tinha nos batido apenas por ter quebrado a unha e ele disse que nós nunca entenderíamos o motivo porque nunca tínhamos deixado as unhas crescerem. 





A menos que deixávamos elas crescerem, jamais entenderíamos o sentimento que alguém sente ao vê-las quebradas”, explicou ele à reportagem do Guinness. Após o episódio, ele resolveu “testar” a teoria do professor e deixou as unhas da mão esquerda crescerem, sem cortá-las.




 Quando as unhas começaram a crescer acima do padrão, a família foi contra: “Primeiro minha família se opôs, em seguida meus professores, mas mesmo assim decidi nunca mais cortá-las”, disse.


Quando criança, Chillal brincou com seus amigos e, inadvertidamente, colidiu com seu professor e quebrou a longa unha do dedo mindinho. O acidente o marcaria para sempre, tornando-se o homem com as unhas mais compridas do mundo.

Acompanhe o Jornal Bastidores da Notícia também pelo Instagram e pelo Facebook.

Postar um comentário

 
Top