Cristiano Ronaldo perde pênalti, mas Portugal se classifica com empate e vai enfrentar o Uruguai | Bastidores da Notícia

0
Não foi fácil, mas a seleção de Portugal garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018. O time de Cristiano Ronaldo suou para empatar com o Irã por 1 a 1, em Saransk, nesta segunda-feira (25). A partida teve polêmicas com o sistema de vídeo arbitragem (VAR) e até um pênalti perdido por Cristiano Ronaldo no 2º tempo. Mas no final a equipe lusitana terminou como segunda colocada do Grupo B, com 5 pontos. A Espanha ficou na frente porque fez um gol a mais nos 3 jogos.

Quaresma e Cristiano Ronaldo vibram com gol de Portugal contra Irã
Quaresma e Cristiano Ronaldo vibram com gol de Portugal contra Irã
Agora dois confrontos das oitavas de final estão decididos: Portugal vai enfrentar o Uruguai, que ficou em primeiro lugar do Grupo A. E a seleção da Espanha, que estava no mesmo grupo de Portugal, empatou com Marrocos e se classificou como líder, com 5 pontos, por isso vai pegar a Rússia, segundo lugar do Grupo A.

No 1º tempo, o jogo foi ditado pelo desempenho da defesa do Irã. No começo ela deu muitas brechas para Portugal e até cometeu erros feios. Em um deles o goleiro Beiranvand discutiu com um zagueiro que falhou e deu chance para João Mario, que desperdiçou. Logo em seguida o próprio goleiro errou em duas saídas que quase resultaram em gols.

Mas depois a defesa do Irã mostrou a consistência que foi importante nas Eliminatórias. Conseguiu recuar com segurança e até levou perigo em contra-ataques esporádicos.


Leia também:






Mas aos 44min Portugal conseguiu furar a retranca. Quaresma fez tabela com Adrien Silva pela direita e acertou um chute de trivela, como ele sempre faz nos clubes.

Logo no começo do 2º tempo Portugal poderia ter ampliado a vantagem, pois o juiz marcou um pênalti polêmico em Cristiano Ronaldo. Ele não viu falta inicialmente, mas usou o sistema de vídeo arbitragem (VAR) e mudou de ideia. Cristiano cobrou, mas o goleiro defendeu.

O Irã precisava da vitória para se classificar, então não podia manter a postura defensiva no 1º tempo. Além de reclamar muito com a arbitragem em outros lances polêmicos, o time também soube criar boas jogadas.

Portugal passou a depender de Cristiano Ronaldo, que tentou compensar o pênalti perdido e partiu para jogadas individuais. Em uma delas arriscou um chute perigoso de fora da área, mas a bola foi para fora.

Os últimos minutos de jogo foram de muita reclamação dos iranianos. Aos 30min, o técnico Carlos Queiroz pediu revisão de um possível pênalti, mas levou advertência do árbitro, que nem reviu o lance. Sete minutos depois, o árbitro parou o jogo por causa de uma suposta agressão de Cristiano Ronaldo. Mas ele entendeu que era lance para cartão amarelo, não para expulsão.

Aos 42min aconteceu mais uma polêmica: os iranianos reclamaram de um toque de mão de Cédric na área. O juiz reviu o lance na TV do estádio e marcou pênalti. Ansarifard cobrou com perfeição, no ângulo, e empatou a partida.

Na sequência, aos 48min, o Irã teve uma chance de ouro para vencer e se classificar. Taremi recebeu a bola sozinho na área, mas chutou de esquerda para fora. Se tivesse marcado, o país ia avançar como líder do Grupo B e enfrentaria a Rússia nas oitavas de final.

Postar um comentário

 
Top