Melhores momentos do jogo Brasil 1 x 1 Suíça Copa do Mundo | Bastidores da Notícia

0

Pentacampeão mundial, a Seleção Brasileira iniciou a busca pelo hexa diante da Suíça, neste domingo (17), em Rostov. E diferente do que aconteceu nas Eliminatórias e nos últimos amistosos, os comandados de Tite não deixaram uma boa impressão. Depois de um bom primeiro tempo, o Brasil acabou cedendo o empate para a Suíça na etapa final e estreou na Copa do Mundo da Rússia com 1 a 1.

  • Por Jovem Pan
Neymar foi um dos alvos da forte marcação suíça na estreia da Seleção Brasilera
Neymar foi um dos alvos da forte marcação suíça na estreia da Seleção Brasilera




O placar foi aberto aos 19 minutos da etapa final, com um golaço de Philippe Coutinho. Mas, no início da segunda etapa, a Suíça empatou com um gol polêmico de Zuber. No lance, o suíço cometeu falta no zagueiro Miranda, mas o árbitro não marcou e ignorou o VAR, mesmo com a reclamação dos jogadores brasileiros.

Com o resultado, o Brasil divide a segunda posição do Grupo E com a Suíça – a liderança da chave pertence a Sérvia, que mais cedo venceu a Costa Rica pelo placar de 1 a 0. Os brasileiros voltam a jogar na sexta-feira (22), diante da Costa Rica, às 9 horas, em São Petersburgo. No mesmo dia, às 15 horas, a Sérvia pega a Suíça, em Kaliningrado.

O jogo

A Suíça começou no ataque, mas logo diminuíram o ritmo e o Brasil conseguiu equilibrar a partida, adiantando sua marcação. A postura verde e amarela permitiu que a seleção verde e amarela chegasse com mais frequência no gol Sommer.

A primeira grande oportunidade brasileira aconteceu aos 11 minutos, com Paulinho que recebeu de Coutinho na grande área e bateu para o gol. A bola passou renta a trave, levando muito perigo.

Se não marcou na primeira chance, o Brasil não desperdiçou a segunda. Aos 19 minutos, Marcelo cruzou, a zaga suíça cortou e a bola sobrou para Philippe Coutinho. O camisa 11 dominou e bateu colocado, no ângulo de Sommer. Golaço em Rostov.


Apesar da vantagem no placar, o Brasil não mudou a maneira de jogar. Tocando a bola com paciência no campo de ataque, a seleção procurava espaços na defesa suíça, que parava os brasileiros apenas nas faltas.

Neymar era um dos alvos preferidos. O camisa 10, que se movimentava bastante e buscava o jogo a todo instante, sofreu algumas entradas mais duras. Em uma delas, ficou sentindo um incomodo no pé-esquerdo, mas nada que o preocupasse.

Aos 33, Neymar cobrou escanteio na segunda trave e Gabriel Jesus subiu mais alto que a marcação para mandar a bola para o centro da área, mas errou o alvo e o Brasil desperdiçou uma boa chance de ampliar a vantagem.


BRASIL 1 x 1 SUÍÇA Gols e Melhores momentos JOGO POLÉMICO COPA DO MUNDO 17 06 2018




Aos 44, a jogada se repetiu, mas dessa vez a cobrança de escanteio do camisa 10 foi na cabeça de Thiago Silva, que subiu na primeira trave para cabecear e mandar a bola sobre a meta, assustando a defesa da Suíça.


No lance do gol suíço, porém, o meio-campista empurrou Miranda, mas o árbitro Cesar Ramos não viu e não quis consultar o VAR, para desespero dos brasileiros que reclamaram bastante com o mexicano.


O empate acabou desequilibrando a Seleção Brasileira, que passou a cometer erros de passes no meio de campo e oferecer espaço para os adversários. A Suíça, porém, não soube aproveitar e preferiu apostar nas bolas levantadas na área.

Para retomar o controle do jogo, perdido após o gol de empate, Tite promoveu a entrada de Renato Augusto no lugar de Paulinho. E na sua primeira participação, aos 28 minutos, o camisa 8 enfiou a bola para Gabriel Jesus, que foi derrubado na área. Pênalti ignorado pelo árbitro.


Mesmo prejudicado, a Seleção Brasileira seguiu no ataque, em busca do segundo gol. A melhor chance veio aos 36 com Roberto Firmino. O atacante que tinha acabado de entrar no lugar de Gabriel Jesus, foi lançado na área e bateu cruzado. O chute saiu sobre o gol de Sommer.

A Suíça, por sua vez, tentava esfriar o ímpeto brasileiro tocando a bola e valorizando as cobranças de tiro de meta e laterais. E no final deu certo. O empate foi mantido até o apito final, para alegria dos suíços e decepção dos brasileiros.

Cobertura completa da Copa do Mundo 2018

Postar um comentário

 
Top