Quanto vale o seu sonho? - Por: Nei Vieira | Bastidores da Notícia

0
Quanto vale o seu sonho?

Qual preço do seus sonhos? O que está disposto a fazer para realizar, quanto tempo terá que esperar ou vai se distrair pelo caminho e esquecer seus sonhos para realizar o de outros?



Foto: Reprodução



Desde que criança eu morei e trabalhei na roça, 
em Nova Mamoré - RO, confesso que nunca gostei de trabalhar na roça. Dentro do peito de um garoto pobre nascia todos os desejos e sonhos de fazer algo grande,que a vida na roça nunca me permitiria conseguir, e as vezes quando falava dos meus sonhos,me diziam que eu era pobre com cabeça de rico. 


Quando deixei a roça para estudar ma cidade (Sim, em 1985 Nova Mamoré já era uma cidade, tinha apenas algumas casas e algumas ruas) os estudos e alguns professores maravilhosos que nunca me esquecerei, desde o primeiro que segurou minha mãos para os primeiros rabisco até o último da faculdade. 

25 anos se passaram, por muito tempo os sonhos foram guardados nas gavetas do armário de coisas não realizada, mesmo empoeirados nunca esqueci dos meus sonhos, e nunca tive medo de me lançar no desconhecido, aprendi que sou movido a desafios. Então apontei na direção da minha meta e comecei a marchar, o caminho do sucesso, dos seus sonhos nunca será fácil, esse é um caminho para poucos e o segredo para conseguir e CHÁ, o CHÁ é a coisa mais importante para isso. 

CHÁ é CONHECIMENTO, HABILIDADE, ATITUDE. esse é o segredo.

Sucesso para mim, nunca foi ser rico,importante etc. Sempre desejei fazer algo que pudesse mudar a vida das pessoas para melhor.

Hoje posso dizer que isso está começando, criei minha empresa no Panamá, consegui pessoas que acreditaram que meu projeto era bom, o SCA Sistema Construtivo Alternativo desenvolvido pela minha empresa começa a ser comercializado em 2018 para Panamá, Equador, Perú, Costa Rica e Bolivia. Oferecendo habitações de qualidade e conforto para a população que não poderia ter uma casa para morar, e melhor nossos produtos são 100% recicláveis. 


Sucesso para mim é poder fazer a diferença.



Autor: Nei Vieira 



Leia mais: 

+Nova Mamoré surge como uma nova fronteira agrícola em Rondônia


Postar um comentário

 
Top