Rondônia: Mulher é autuada por comunicar blitz da lei seca em grupo do Whatsapp | Bastidores da Notícia

0
 

Uma mulher identificada como Maria A.O., teve um boletim de ocorrência registrado em seu desfavor, na madrugada de domingo, 30, após informar através de um grupo do aplicativo Whatsapp, a realização de uma blitz da lei seca na Rua Dom Pedro I, no Centro da cidade de Chupinguaia.

Maria, que foi denunciada para um tenente da Polícia Militar por um integrante do grupo onde ela postou a informação referente à blitz, que ocorria próximo a loja Barão Móveis, foi autuada por atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública.

O denunciante encaminhou para o tenente, cópia da mensagem enviada por Maria, que foi anexada ao registro da ocorrência.

A mulher que ainda não foi localizada, será intimada e deverá prestar esclarecimentos sobre o crime, que segundo o artigo 265 do código penal, possui pena de um a cinco anos de reclusão e multa. Com informações site Extra de Rondônia 

Postar um comentário

 
Top