Cunha pede que procuradores da Lava Jato reabram negociação de delação | Bastidores da Notícia

0
Investigadores negaram a última proposta entregue pelo ex-deputado, mas devem tomar uma decisão sobre o assunto na próxima semana

Depois de ter sua proposta de delação premiada negada pelos procuradores da Lava Jato, Eduardo Cunha pediu para os investigadores reabrirem as negociações. A informação foi dada por um emissário do ex-deputado, que pediu anonimato.

Segundo a fonte, Cunha teria sugerido ao Ministério Público Federal (MPF) até mesmo participar diretamente das tratativas, e não apenas enviar os anexos da proposta, como foi feito anteriormente.

Nesse caso, os membros da força-tarefa viajariam de Brasília para Curitiba, onde Cunha está preso, no Complexo Médio-Penal em Pinheiros, a fim de ouvi-lo. Segundo informações de O Globo, os procuradores devem tomar uma decisão sobre o assunto até a próxima semana.

Quando da última proposta entregue ao MPF pelo ex-deputado, os investigadores consideraram as provas "omissas e inconsistentes". Os depoimentos dele eram dos mais esperados, devido à proximidade que tinha com vários políticos, inclusive com Michel Temer. A expectativa era, inclusive, que as revelações pudessem balizar novas denúncias da PGR contra o presidente.

Após a recusa, também chegou-se a especular que Cunha teria entregue, de forma proposital, uma proposta "leve" à equipe do atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com o intuito de ela ser mesmo recusada.


Isso porque o ex-deputado pretenderia esperar que Raquel Dodge assumisse o cargo, no próximo dia 18 de setembro, para tentar, mais uma vez, a delação. A ideia seria conseguir um acordo com mais benefícios e menos aliados políticos delatados.

Postar um comentário

 
Top