Concurso Público da Polícia Civil será lançado pelo governo com 1.200 vagas! | Bastidores da Notícia

0
O secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas garantiu na última quarta-feira (16/08) que o governador Pedro Taques (PSDB) já sinalizou positivamente sobre o concurso pública na área de Segurança Pública. Contudo, não quis estipular uma data.

“Estamos modificando a segurança pública de Mato Grosso. Precisamos de mais de 1.200 mil policiais para Polícia Judiciária Civil, sendo 900 investigadores e 300 escrivães. Nós faremos isso. Além disso, vamos dar posse aos 100 delegados aprovados no concurso público. Queremos que todas delegacias do Estado tenham delegado”, disse o gestor.

A Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (Concurso Polícia Civil MT) lançará ainda este ano o edital Polícia Civil MT de abertura de um novo concurso público para os postos de investigador e escrivão. Juntas, as seleções ofertarão 1.200 vagas, sendo 900 para a primeira função e 300 para a segunda.

De acordo com o secretário, foram feitos levantamentos para que fossem definidos os cargos para os quais seriam realizados concursos no Estado. Depois da análise, foi determinado que os certames devem acontecer ainda neste ano.

Segundo o governador Pedro Taques, as inscrições e as provas do certame estão previstas para este ano, com expectativa de que os aprovados possam tomar posse dos respectivos cargos em 2018. “Não se faz Segurança Pública sem planejamento, estratégia, liderança e equipe. Precisamos de homens e mulheres trabalhando fortemente. Queremos terminar 2018 cada dia mais com o cidadão orgulhoso dos profissionais da segurança pública. A autorização do novo concurso só foi possível graças ao planejamento”, disse.

Taques diz que, apesar dos investimentos e da convocação dos aprovados no último concurso da Polícia Civil MT, o estado ainda precisa expandir o número de servidores na área. “Precisamos de mais 125 delegados, 900 investigadores, 300 escrivães, 100 profissionais para o Corpo de Bombeiros e 1.200 policiais militares”, listou o governador.

Para Pedro Taques, chefe do governo, incrementar o quadro de pessoal das forças de Segurança Pública é demonstrar respeito ao cidadão. “Não se faz Segurança Pública sem planejamento, estratégia, liderança e equipe. Precisamos de homens e mulheres trabalhando fortemente. Queremos terminar 2018 cada dia mais com o cidadão orgulhoso dos profissionais da segurança pública. A autorização do novo concurso só foi possível graças ao planejamento”.

Atribuições dos cargos, requisitos, remuneração

Investigador: proceder à coleta e análise de dados de interesse da investigação policial, em assessoria e sob designação da autoridade policial; proceder, na ausência da autoridade policial, os devidos encaminhamentos aos procedimentos policiais nas tarefas que não forem privativas da autoridade policial, etc.

Escrivão: proceder à coleta e análise de dados, informações e conhecimento de interesse da investigação policial, em assessoria e sob designação da autoridade policial; proceder, na ausência da autoridade policial, os devidos encaminhamentos aos procedimentos policiais nas tarefas que não forem privativas da autoridade policial, entre outras.

Para concorrer em ambas as funções é necessário nível superior, sendo exigido ainda carteira de habilitação na categoria ‘B’, ‘C’ ou ‘D’ para o posto de investigador. A remuneração para as ambas as funções é de aproximadamente R$ 4.741,59, além de auxílios. Abaixo, você acessa o valor das remunerações ao longo da carreira.



Detalhes concurso Polícia Civil MT

Concurso: Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (Concurso Polícia Civil MT)
Banca organizadora: em definição
Cargo: Investigador; Escrivão
Escolaridade: nível superior
Número de vagas: 1.200
Remuneração: até R$ 4 mil
Situação: AUTORIZADO
Previsão p/ publicação do edital: 2017
Link do último edital

Postar um comentário

[Copa do mundo 2018][vertical][recent][5]

 
Top