Concurso Polícia Militar: Saiu o edital para Oficiais CFO de nível médio! Até R$ 9.544,44! | Bastidores da Notícia

0
Saiu o edital de concurso da Polícia Militar do Paraná para Oficiais (Concurso PM PR 2017 Oficiais CFO). De acordo com o documento publicado, serão oferecidas nada menos que 10 vagas para Cadete Policial Militar do quadro de Oficiais. Do quantitativo de vagas, uma será reservada aos candidatos afrodescendentes.
Fica limitado o ingresso de pessoas do sexo feminino a até 50% das vagas ofertadas, nos termos da Lei estadual nº 14.804/2005. Atingido o limite previsto não serão nomeadas candidatas do sexo feminino independente da classificação final obtida no concurso de Oficiais da Polícia Militar do Paraná 2017.
O Curso de Formação de Oficiais tem duração de 3 (três) anos, o Cadete do 1º ano recebe um subsídio no valor de R$ 3.213,61, no 2º ano o valor é de R$3.599,25 e no 3º ano é de R$4.139,14, ao concluir o 3º ano o Cadete é declarado Aspirante à Oficial com subsídio no valor de R$ 7.069,95, que após o período de estágio probatório estará apto a ser promovido ao Posto de 2º Tenente com subsídio de R$ 9.544,44.

Requisito do Concurso Polícia Militar PM PR 2017 – Oficiais

Para ingresso na corporação, o candidato deverá ter: a) Ter nacionalidade brasileira; b) Ter no máximo 30 (trinta) anos de idade completos, até o primeiro dia de inscrições; c) Comprovar conclusão do ensino médio; d) Ter sido aprovado em todas as etapas do presente concurso público; e) Possuir capacidade física; f) Possuir sanidade física; g) Possuir aprovação no exame de adequação psicológica; h) Ser aprovado no teste toxicológico; i) Possuir idoneidade moral; j) Estar quites com o serviço militar; e k) Estar em dia com as obrigações eleitorais.

Sobre o Curso de Formação

O curso de formação será realizado na Academia Policial Militar do Guatupê-APMG, podendo se estender a qualquer outra unidade da PMPR. O período de formação visa proporcionar ao Cadete experiência de ordem teórica, prática, administrativa e operacional. Durante o curso de formação, o Cadete se sujeita ao regime de dedicação exclusiva, incluindo atividades noturnas, feriados e finais de semana, não sendo possível a liberação para frequência a outros cursos ou atividades estranhas à Corporação, podendo inclusive ser submetido ao regime de internato. O curso de formação não faz parte do concurso público.

Inscrição Concurso Polícia Militar PM PR 2017 – CFO

As inscrições no concurso da Polícia Militar PM/PR 2017 serão realizadas até as 23 horas do dia 14 de setembro de 2017, no endereço eletrônico oficial da organizadora (www.nc.ufpr.br).

Provas Concurso Polícia Militar PM PR 2017 – CFO

O concurso de Oficiais da Polícia Militar do Paraná contará com provas de habilidades específicas, investigação social, avaliação psicológica, exame de sanidade física, exame de capacidade física.
A formatação da prova será divulgado no site já citado. De acordo com o edital, a nota do ENEM não será utilizada para os candidatos inscritos ao cargo de Cadete PM.

Sobre o Teste de Suficiência Física – Concurso PM PR 2017 – Oficiais

As provas do TSF para ingresso no cargo de Cadete PM serão assim divididas:
Masculino 03 (três) testes, sendo: Shuttle Run, tração em barra fixa e a corrida de 2.400 metros; e
Feminino 03 (três) testes, sendo: Shuttle Run, isometria em barra fixa e a corrida de 2.400 metros.
Descrição dos Testes de Suficiência Física:
Shuttle Run
Objetivo: avaliação da agilidade neuromotora e de velocidade. Material: 2 (dois) tacos de madeira (medindo 5cmX5cmX10cm/cada), 1 (um) cronômetro e espaço livre de obstáculos. Procedimento: O candidato coloca-se atrás da linha de largada. Ao comando de voz do avaliador o candidato inicia o teste com o acionamento concomitante do cronômetro. O candidato corre até os tacos colocados após a linha demarcatória, pega um deles e retorna ao ponto de onde partiu, depositando esse taco atrás da linha de partida. Em seguida, sem interromper a corrida, vai buscar o segundo taco, procedendo da mesma forma. O cronômetro é parado quando o candidato deposita o último taco no solo e ultrapassa com pelo menos um dos pés a linha final. Ao pegar ou deixar o taco, o candidato terá que transpor pelo menos um dos pés das linhas que limitam o espaço demarcado. O taco não deve ser jogado, mas sim, depositado ao solo, não podendo ficar sobre as linhas demarcatórias. Número de Tentativas: 2 (duas), sendo a segunda opcional. Será considerado válido o melhor tempo. Disposição da pista: A pista do teste deve ter 9,14 metros medidos nas extremidades externas das linhas que limitam o espaço demarcado e os tacos devem estar depositados a 10 centímetros, posicionados, longitudinalmente, além da linha oposta a da largada, separados lateralmente por uma distância de 30 centímetros. Tempo de Execução: conforme tabela.

Tração na barra fixa (masculino)
a. Objetivo: medir a força muscular de membros superiores. b. Procedimento: partindo da posição inicial (pegada) na barra, posição pronação, braços estendidos, pés fora do solo, flexionar os braços, ultrapassando o queixo da parte superior da barra, e voltar à posição inicial, ficando com os braços completamente estendidos. Para a contagem serão válidas as trações corretamente executadas, encerrando-se o exercício assim que o candidato largar a barra. Serão consideradas as trações realizadas em que o queixo ultrapasse a altura da barra em ângulo reto e não tenha havido impulso com as pernas, corpo ou qualquer outro auxilio. c. Não será computada a primeira tração, caso o candidato a realize com o aproveitamento do impulso feito durante o salto para a empunhadura de tomada à barra, bem como não é permitido o contato das pernas ou do corpo com qualquer objeto. d. O avaliado para tomar a posição inicial do exercício poderá sair do solo, ou utilizar-se de apoio para tal. e. É permitido ao candidato utilizar-se de luvas, ou de pó de magnésio, ou produto similar, exclusivamente para melhorar a aderência das mãos à barra fixa. f. Número de tentativas: 01 (uma). g. Número de repetições: conforme tabela.
Isometria na barra fixa (feminino)
a. Objetivo: Medir a força muscular de membros superiores. b. Procedimento: A posição inicial do exercício consiste na pegada na barra na posição pronação, braços flexionados, queixo em ângulo reto com o pescoço acima da parte superior da barra. A marcação do tempo se dará com o acionamento do cronômetro no momento em que o queixo da avaliada estiver acima do nível da barra, concomitante com os pés suspensos, sendo considerado o tempo, enquanto a candidata permanecer desta forma. Quando a candidata abaixar o queixo do nível superior da barra ou utilizar-se de qualquer apoio, o cronômetro será travado e o tempo anotado. c. Não é permitido apoiar o queixo sobre a barra. d. A avaliada para tomar a posição inicial do exercício poderá sair do solo ou utilizar-se de apoio para tal. e. É permitido à candidata utilizar-se de luvas, pó de magnésio, ou produto similar, exclusivamente para melhorar a aderência das mãos à barra fixa. f. Número de tentativas: 01 (uma). g. Tempo de execução: conforme tabela. 2.4.
Corrida de 2.400m
a. Objetivo: verificar a capacidade aeróbica do candidato para o ingresso na PMPR. b. Procedimento: o candidato deverá percorrer a distância de 2.400m correndo ou andando, não sendo permitido parar durante o percurso. Ao final do teste será considerado o tempo levado para percorrer a distância prevista. c. Durante a execução do teste, os fiscais da prova acompanharão o correto cumprimento do exercício, a distância percorrida pelo candidato e o tempo de sua realização. A responsabilidade de contar as voltas executadas na pista de teste é única e exclusiva do candidato. d. Número de tentativas: 01 (uma). e. Tempo de execução: conforme tabela.  (Noticias Concursos)
 



Postar um comentário

 
Top