Após críticas, Trump condena de forma enfática ato de supremacistas - VÍDEO | Bastidores da Notícia

0


Sob forte pressão política, Donald Trump classificou nesta segunda-feira (14) como “maus” e “repugnantes”, os neonazistas, os membros da Ku Klux Klan e os militantes da supremacia branca, que, neste final de semana, atacaram uma manifestação no estado da Virgínia, causando a morte de uma pessoa.

“Aqueles que espalham a violência em nome da intolerância atacam o coração da América”, disse o presidente em discurso na Casa Branca.

“O racismo é maligno e aqueles que causam violência em seu nome são criminosos e bandidos, incluindo a Ku Klux Klan, os neonazistas e os militantes da supremacia branca, além de outros grupos de ódio, que são repugnantes a tudo que nós mais valorizamos na América”, disse Trump.

Trump assegurou que os envolvidos no incidente serão responsabilizados. Uma investigação, segundo o presidente, vai envolver o FBI e o procurador-geral do país, Jeff Sessions. "Não vamos poupar recursos parar proteger cidadãos americanos", garantiu, dois dias após os confrontos.

No sábado (12), Charlottesville foi palco de confrontos de integrantes da supremacia branca com grupos anti-extremistas. Um homem de 20 anos jogou o carro que dirigia contra um grupo que protestava contra os grupos racistas, matando uma mulher e deixando pelo menos 19 feridos. (GLOBO)

Postar um comentário

 
Top