Moradores fecham BR-429 para pedir 1 km de asfalto na rodovia, em Rondônia | Bastidores da Notícia

0
 

Uma manifestação de moradores fechou a BR 429 desde às 5h manhã desta quarta-feira (26), em Alvorada do Oeste (RO), a cerca de 430 quilômetros de Porto Velho. A reivindicação é pela pavimentação de um trecho de cerca de 1 km da rodovia, que nunca foi feito.

Segundo manifestantes, a rodovia permanecerá fechada por prazo indeterminado ou até que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) negocie com eles.
A BR-429 corresponde a um trecho de aproximadamente 350 quilômetros e liga todos os municípios do Vale do Guaporé, desde Presidente Médici (RO) até Costa Marques, divisa com a Bolívia.

De acordo com o pecuarista Daniel Duarte, que é um dos manifestantes, a situação é um problema que dura há 7 anos, quando a pavimentação foi feita na rodovia, mas, um trecho de cerca de um quilômetro, na saída para a cidade de São Miguel do Guaporé (RO), ficou sem a pavimentação.

Para os manifestantes, a falta de pavimentação no local tem gerado muitos problemas para o tráfego continuo de veículos pesados, tanto na época da chuva, como no período da seca.

“Nós temos uma dificuldade muito grande neste trecho. Na época da chuva dá atoleiro, uma dificuldade tremenda, como coisas que aconteciam na década de 80. No tempo da seca, é uma poeira tremenda”, explica.

Sem nenhuma solução para o problema, a população do município de Alvorada se uniu e decidiu bloquear a pista por tempo indeterminado, até que haja uma negociação efetiva com o Dnit para resolver o problema.

Os manifestantes afirmam que o movimento é pacifico.
“Temos data para começar, mas não temos para terminar. Enquanto não comparecer para negociar com a gente, nós não vamos arredar. Podemos ficar um, doi, três dias, quantos forem necessários”, afirma.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma equipe de Ji-Paraná (RO), está em descolando para a local da manifestação.

O G1 entrou em contato com o superintende do Dnit, Sérgio Mananu, mas ele estava em reunião e ainda não retornou.


Fonte: g1 rondônia 

Postar um comentário

 
Top