Prefeitos, deputados e equipe econômica de Taques vão buscar alternativas para financiamento da saúde | Bastidores da Notícia

0
Mais de três horas de reunião, nesta terça-feira (30), no Palácio Paiaguás, com mais de 80 prefeitos junto ao governador José Pedro Taques (PSDB) e deputados estaduais, resultou em encaminhamento para a busca de novas fontes de financiamento para a saúde de Mato Grosso.

“Teremos seis prefeitos, seis deputados estaduais e a nossa equipe econômica nesse trabalho para buscar a melhor solução. Porque em nenhum momento o governo se propôs a apresentar projeto de lei sem discutir amplamente”, explicou Pedro Taques, em coletiva à imprensa, ao final do encontro.
 


O chefe do Poder Executivo destacou a participação do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), no debate para se construir a melhor equação que possa bancar a saúde pública.

“Vamos chamar os poderes para encontrarmos essa solução. Nós precisamos de recurso novo, a médio e longo prazo, para custear a saúde. O Estado brasileiro está em crise. O Brasil está em crise. O governador [de Mato Grosso] não tem a fábrica de dinheiro. Não conduzo a política monetária da União”, destacou Taques, para enfatizar a necessidade de envolvimento do Poder Judiciário e dos órgãos autônomos – Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O governador afirmou que pôde tirar a limpo, com prefeitos e deputados estaduais, eventuais dúvidas sobre o tema e colocar fim a fofocas e mentiras esparramadas, principalmente em setores da imprensa e nas redes sociais, com ataques ao seu governo. “Muito boa mesmo a reunião [com prefeitos] para que possamos afastar as dúvidas, as fofocas e os mexericos e, pior, algumas mentiras que foram faladas nos últimos dias”, disparou Taques, admitindo que o governo vai discutir, sim, a utilização de parcela do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) para investir em saúde.
  
“Mas é uma decisão conjunta. A equipe econômica do governador, prefeitos, deputados estaduais e os poderes, em conjunto. Agradeço aos deputados estaduais da base [aliada], ao vice-governador Carlos Fávaro, aos prefeitos que vieram”, disse Taques, ao anunciar que nova reunião está agendada para o próximo dia 12 ou 13 de junho, quando, enfim, deve ser apresentada a solução.
 
O chefe do Poder Executivo observou que ninguém consegue resolver com um passe de magica. “Estamos imbuídos em resolver a situação. Vamos ter um grupo de trabalho, com a participação inclusive do setor produtivo. E a nova reunião já está marcada com os prefeitos e deputados. Será no dia 12 ou 13, aqui mesmo no Palácio Paiaguás. Precisamos resolver a situação da saúde. E falta dinheiro”, complementou Taques, para a reportagem .
Fonte: Olhar direto

Postar um comentário

[Copa do mundo 2018][vertical][recent][5]

 
Top