Mais De R$ 20 Milhões Serão Investidos Na Infraestrutura Para Defesa Agropecuária Em Rondônia | Bastidores da Notícia

0
Os investimentos na Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) ultrapassarão os R$ 23 milhões até o final de 2017. O recurso é proveniente do Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fesa), que prevê que metade do arrecadado seja investido em infraestrutura para a defesa agropecuária.
Do total, mais de R$ 9 milhões serão para a área de tecnologia da informação, com capacitação de servidores, aquisição de 140 microcomputadores, 150 tablets, 68 notebooks, 30 impressoras de médio porte, 140 nobreaks, sistema de data center e em rede, conectividade e segurança. Em 2016 foram adquiridos 119 conjuntos de microcomputadores e 100 impressoras.
No setor de transporte, está prevista a compra de mais 20 camionetes para continuar a renovação da frota terrestre, um avião anfíbio para fiscalização aérea, um caminhão truck, cinco lanchas e a reforma dos quatro barcos de grande porte Quero-Queros, totalizando quase R$ 5 milhões.
O presidente da Idaron, Anselmo de Jesus, explicou que os investimentos visam, entre outros motivos, melhorar as condições de trabalho dos servidores e de atendimento ao público, e principalmente cumprir as ações previstas para conseguir o certificado de área livre de febre aftosa sem vacinação.
“Estamos renovando nossa frota porque a Idaron demanda veículos bons para atuar em qualquer estrada ou nos rios, então nós precisamos ter uma frota sempre nova”.
Também haverá investimentos em construções e reformas de prédios. Atualmente, dois prédios estão em construção: um em Ministro Andreazza e outro em Urupá; e duas construções serão iniciadas ainda neste ano, além da reforma de 13 prédios de unidades de atendimento. As construções e reformas ultrapassarão os R$ 4,5 milhões.
Além de todos esses investimentos, serão comprados 43 kits para educação sanitária (com projetor multimídia, tela de projeção, caixa de som portátil, microfone, apresentador remoto e manequim), 210 centrais de ar, móveis, equipamentos de combate a foco de doenças e pulverizadores, totalizando R$ 3,6 milhões. Também será feito um termo de cooperação técnica com a Fundação de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa (Fapero) para estudos inerentes à defesa agropecuária.
“As nossas áreas da pecuária e da agricultura já se destacam nacionalmente, e para manter assim precisamos investir em infraestrutura, em tecnologia e em pesquisa para responder à altura dos nossos pecuaristas, nossos agricultores, enfim, todo o setor agropecuário”, afirmou Anselmo.
Secom – Governo de Rondônia

Postar um comentário

 
Top