Homem de 57 anos é preso suspeito de estuprar jovem de 21 anos que é muda e surda na zona rural | Bastidores da Notícia

0
Um caso de estupro foi registrado na zona rural da pacata cidade de Seringueiras, um homem de 57 anos de idade foi preso pela Polícia Militar na madrugada desta quarta-feira (17), suspeito de ter estuprada uma jovem deficiente (muda e surda) de 21 anos. O caso ocorreu no distrito do Bom Sucesso.
Resultado de imagem para estupro
Foto:ilustrativa
Uma irmã da vítima que mora na cidade de Alvorada do Oeste entrou em contato com a Polícia Militar da cidade de Seringueiras informando, que sua mãe estava desesperada por que não conseguia contato com a PM local, e que sua irmã estaria desaparecida no distrito supracitado.
Diante das informações, uma guarnição se dirigiu até o local do fato citado, a mulher mãe da vítima, contou aos PMS, que sua filha estava varrendo o quintal da residência onde moram, e por alguns instantes ela havia entrada para tomar banho e que após voltou para ver a filha e a mesma havia desaparecida.
Neste momento, a mãe desesperada procurou por todo o distrito com a ajuda dos vizinhos e amigos, mas sem sucesso de localização, que chegou a chamar um vizinho que estava com a casa fechada e que mora ao lado da residência, e perguntou se havia visto sua filha, o mesmo negou ter visto e voltou para o interior da residência fechando novamente a porta.
Resultado de imagem para estupro
A mãe já desconfiava do suspeito, pois o mesmo, segundo ela, já assediava a sua filha.
Diante da suspeita, os policiais foi até a casa do suspeito, e ao indagar o mesmo sobre o fato, ele disse não saber de nada, e já perguntou aos policiais se os mesmos teriam um mandado para entrar em sua casa. Neste momento os policiais indagaram a mãe da vítima se ela realmente tinha certeza que sua filha poderia estar na casa, à mesma disse que sim.
Após várias negativas do suspeito em abrir a porta, foi percebido através de uma lanterna que os policiais usavam que havia uma segunda pessoa no interior da residência, levantando ainda mais a suspeita, neste momento a guarnição arrombou a porta e diante da resistência a prisão, o suspeito foi imobilizado e algemado.
A vítima apresentava manchas de "avermelhidão" em seu pescoço e sua mãe disse que sua filha estava com a blusa às avessas. Devido à jovem ser muda e surda não foi possível colher os relatos da vítima.
Diante dos fatos o suspeito foi apresentado na delegacia de São Miguel do Guaporé para os procedimentos cabíveis.
Fonte: Alerta Rondônia

Postar um comentário

 
Top