00:00:00 Ong mexicana lista Cuiabá com uma das 50 cidades mais violentas do planeta; Sesp aponta erro | Bastidores da Notícia



Cuiabá aparece na 39ª posição no ranking das 50 cidades mais violentas do planeta no ano de 2016, com índice de 42,61 para cada cem mil habitantes. o levantamento mostra ainda a contabilidade de 365 homicídios nesse período para uma população de 853  mil habitantes. Os dados foram divulgados pela organização mexicana não governamental Seguridad, Justicia y Paz, na última semana. No ano de 2015, a ONG apontou que a capital ocupava a 22ª posição.

Assassinato registrado em plena avenida Historiador Rubens de Mendonça


A taxa é calculada dividindo-se o número total de homicídios registrados no período pelo tamanho da população e só entram na lista da ONG os municípios com mais de 300 mil habitantes. A classificação é contestada pela Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) considerando que o levantamento agrega a população das cidades de Cuiabá e Várzea Grande, totalizando 850 mil habitantes. 

"Das 50 cidades da lista, 19 estão no Brasil, oito no México, sete na Venezuela, quatro nos Estados Unidos, quatro na Colômbia, três na África do Sul, duas em Honduras, uma em El Salvador, uma na Guatemala e uma na Jamaica", afirmou a ONG.

Ranking 

Com 130,35 homicídios por 100 mil habitantes, Caracas, na Venezuela, aparece no topo da lista das cidades mais violentas do mundo. Em seguida vem Acapulco, no México, e San Pedro Sula, em Honduras,de acordo com a pesquisa. 


SESP 
 
A Secretaria de Segurança Pública se manifestou sobre o levantamento por meio de nota e aponta erro. Veja a íntegra da nota. 

"A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) discorda dos dados apresentados pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal. No levantamento, foi lançada a população de 856.706 habitantes na Capital de Mato Grosso, somando os residentes de Cuiabá e Várzea Grande como se morassem em uma só cidade. A taxa de homicídios de 42,61 mortes a cada 100 mil habitantes apresentada pelo estudo pode ser conferida diretamente no site da ONG, no endereço eletrônico http://www.seguridadjusticiaypaz.org.mx/sala-de-prensa/1471-por-segundo-ano-consecutivo-caracas-es-la-ciudad-mas-violenta-del-mundo-acapulco-la-segunda.

A estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) para Cuiabá em 2016 é de 585.367 habitantes e 271 mil em Várzea Grande. Com base no número de assassinatos registrados no ano passado, de 197 casos, a taxa de homicídios é de 33,4 casos a cada 100 mil habitantes. O número é menor do que a cidade de Durban (África do Sul), que apresentou a taxa de 34,43 casos a cada 100 mil habitantes.

Cuiabá reduziu o número de assassinatos em 15% em 2016 em relação a 2015, quando a Capital registrou 232 homicídios, com taxa de 39,96 mortes a cada 100 mil habitantes. “As forças policiais têm trabalhado com afinco para reduzir a criminalidade e acreditamos que em 2017, com o combate ao tráfico de drogas doméstico e retirada das armas de fogo das mãos dos criminosos, os números serão ainda menores”, argumentou o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas.


Resultado de imagem para fotos cuiaba

No ano de 2015, Cuiabá também apareceu na lista, desta vez, em 22º lugar na lista das 50 mais violentas, com taxa de homicídios de 48,52 casos a cada 100 mil habitantes. O erro se repetiu também ao somar a população da Capital e de Várzea Grande. Naquele ano, a taxa de Cuiabá foi de 39,96.

“Avançamos, mas reconhecemos que temos muito a melhorar na quantidade de homicídios da Capital. Contudo, a pesquisa mostra que o problema da violência é uma epidemia. Até mesmo cidades consideradas de primeiro mundo como a Cidade do Cabo, na África do Sul, e Baltimore, Nova Orleans e Saint Louis, também figuram na lista”, avaliou Jarbas". 


Fonte: Olhar Direto

[Copa do mundo 2018][vertical][recent][5]

 
Top