Acusado disse que matou desafeto que abusou sexualmente de sua filha de sete anos | Bastidores da Notícia


Uesley Da Cunha Rodrigues vulgo "Fuéga", foi preso na última quarta-feira (14), acusado de matar a tiros, o desafeto identificado como Marcos de 30 anos, vulgo "Escopeta". O crime aconteceu no dia 8/12 em frente a uma residência, localizada na Rua do Sol, bairro Areal da Floresta, zona Sul de Porto Velho.

Uesley durante depoimento, confessou o assassinato e justificou que cometeu o crime porque a vítima havia aliciando, praticado abusos sexuais contra sua filha de apenas sete anos.  No dia do crime, Fuéga que usava tornozeleira eletrônica da SEJUS, quebrou o aparelho, matou o desafeto e fugiu.
Na data de ontem, o suspeito se apresentou com advogado e logo recebeu voz de prisão, por estar foragido. O homem foi recolhido ao sistema prisional onde vai pagar pelos crimes praticados.

Fonte: RONDONIAOVIVO

[Copa do mundo 2018][vertical][recent][5]

 
Top