BUMBÁS COMUNICAM REALIZAÇÃO DO FESTIVAL | Bastidores da Notícia



 Em razão do bárbaro crime ocorrido no final do dia desta quarta-feira, 5, que ceifou bruscamente a vida do Artista Márcio Menacho, tecladista da Associação Cultural Boi-Bumbá Flor do Campo - crime este que abalou a cidade de Guajará-Mirim - as diretorias das nações dos bois Malhadinho e Flor do Campo se reuniram no início da noite de ontem e manhã desta quinta-feira, para deliberarem sobre o Festival Folclórico da Pérola do Mamoré, previsto para começar nesta sexta-feira, 7 outubro.

 Muito abaladas pela tragédia, as nações Malhadinho e Flor do Campo externam profundo pesar à família Menacho, no instante em que rogam a Deus, infinitamente misericordioso, conforto e abrandamento da dor nos corações de todos, reconhecendo ainda a histórica e relevante contribuição da família Menacho, por mais de duas décadas de abnegada participação artística, para consolidação do grandioso Festival Folclórico de Guajará-Mirim, inegavelmente marcado pela arte musical dos irmãos Menacho.

 Irmanados, inarredavelmente os Bumbás Flor do Campo e Malhadinho conclamam total empenho por parte das autoridades pertinentes, para que se faça justiça e que se punam, exemplarmente, os culpados por brutal tragédia.

 Também comunicam aos brincantes e amantes de bumbá, assim como aos turistas e ao público em geral que, em reunião com representantes dos grêmios culturais, colaboradores e anuência da família Menacho,  manter-se a realização do tradicional Duelo na Fronteira, em formato de mostra, apenas – sem a tradicional disputa estética -, sob o respeitoso manto do luto, entendendo que neste momento de profunda dor para todos, ser a realização do Festival Folclórico de Guajará-Mirim uma justa e singela homenagem ao grandioso artista Márcio Menacho, músico extraordinário e adepto entusiasmado da brincadeira de bumbá.

[Copa do mundo 2018][vertical][recent][5]

 
Top