'Ela estava quente, respirando,' diz marido de jovem que acordou no caixão | Bastidores da Notícia

Família quer respostas e cancelou o enterro para que o corpo passasse por exames


Os parentes de Jéssica Bruna, que teria acordado durante o velório em Conselheiro Lafaiete, na região central de Minas Gerais, ainda se perguntam o que aconteceu. A jovem, de 24 anos, foi dada como morta.

O marido de Jéssica, Washington Wellington Pinto, contou que a mãe da mulher foi quem percebeu que havia algo de errado enquanto se despedia da filha.

— Minha sogra foi abaixar para despedir dela e sentiu no nariz um sopro. Ela falou 'gente, essa menina está viva'. Ela estava quente, respirando lentamente.

Jéssica passou mal no último domingo e foi levada para o hospital, onde os médicos chegaram ao diagnóstico: a jovem estava com infecção urinária. Ela voltou para casa e piorou. Na quarta-feira, retornou ao hospital e morreu, vítima de um infarto.

No velório, depois de cerca de quatro horas, os parentes tiveram a surpresa: quando o caixão estava prestes a ser fechado, a jovem se mexeu, abriu os olhos e apresentou sinais vitais, como respiração leve. Houve gritaria e muitas pessoas saíram correndo. O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas Jéssica acabou não resistindo e morreu no local.

A família cancelou o enterro para que o corpo fosse submetido a uma necrópsia. O resultado com o horário e a causa da morte deve sair em até 30 dias. A Polícia Civil também vai investigar o caso.

Fonte:R7

[Copa do mundo 2018][vertical][recent][5]

 
Top