Mulher é atacada por cão e hospital recusa a fazer atendimento medico em Nova Mamoré | Bastidores da Notícia

Nesta sexta feira (4) por volta das 14h00,  Elione Noberto de 45 anos, caminhava na Av. Princesa Isabel, quando foi atacado por um cão da raça box, que veio a causa vários ferimentos na vítima, esta sendo encaminhada para hospital municipal de Nova Mamoré, que ao procurar atendimento médico no local, essa foi atendida pela auxiliar de enfermagem, que se negou atender a vitima alegando que tal atendimento deveria ser prestado no Posto de  Saúde do Planalto, no hospital não foi feito nenhum curativo.

A vítima recebeu carona de um desconhecido ate o posto de saúde, que ao chegar no posto de saúde, a vítima foi recebida pela auxiliar de enfermagem que lhe informou que tal atendimento deveria ser feito era no hospital, naquele horário a sala de vacinação estava fechada.

A vítima, ser ter a quem recorrer, solicitou a Policia Militar via 190, que de imediato conduziu a vitima ate o hospital, sendo chamado o medico de plantão e recebeu os primeiros socorros, neste momento a vitima foi informada que a vacina apropriada que o caso requer estava em falta no hospital e no posto de saúde também,  mas que já havia previsão para chegada de um lote da mesma em poucas horas.

A vítima e deficiente e sua locomoção em distancias longa seria muito difícil, mesmo assim não foi prestado o apoio necessário aquela vítima, que o atendimento medico e curativos e exencial para prevenção de infecções  independente de haver ou não a vacina apropriada.

O proprietário do animal apresentou a cardeira de vacinação cão que estava em dias e também comprometeu a arca com todos os gasto que a vítima venha a ter em decorrência dos ferimento.

IMAGEM ILUSTRATIVA.

Fonte: Alerta Mamoré

[Copa do mundo 2018][vertical][recent][5]

 
Top