Jovem tentou remover tatuagem com produto comprado na internet e o resultado está chocando o mundo | Bastidores da Notícia

Fazer uma tatuagem é bastante doloroso, mas removê-la dói mais ainda. Atualmente a técnica mais eficaz e mais indicada para remoção de tatuagens é a Fototermólise Seletiva, que utiliza um laser ultrarrápido para romper a tinta que está na pele sem causar danos ao tecido cutâneo.

Três rosas vermelhas com raminhos verdes (Foto: Reprodução)




Porém, muitas pessoas tentam se livrar de uma tatuagem indesejada com muita irresponsabilidade e falta de sabedoria. Foi o que aconteceu com uma jovem tailandesa chamada Pasuda Reaw, de 21 anos. Ela tatuou na parte superior do peito três rosas vermelhas com raminhos verdes.


Pasuda Reaw, de 21 anos. (Foto: Reprodução)


No entanto, após um ano, preocupada por não conseguir um emprego, ela resolveu remover a tatuagem. Então, decidiu apagar a tatuagem e comprou na internet um produto químico com ácido, chamado Rejuv, que promete apagar tatuagens.
A tatuagem saiu da pele (Foto: Reprodução)



De acordo com Portal F7, a jovem relatou que depois de alguns dias da primeira aplicação, começou a sentir muita dor e coceira no local. O processo foi ficando cada vez pior quando a tatuagem começou a descascar de sua pele. Depois de dois meses, a tatuagem finalmente saiu da pele, deixando uma enorme cicatriz na moça.
Enorme cicatriz foi deixada na Pasuda Reaw (Foto: Reprodução)


Cicatriz ficou na pele da garota (Foto: Reprodução)

Leia mais:

+Casal desaparecido em trilha é achado morto em 'último abraço'



Na verdade, ela ficou com uma cicatriz de queloide, bem mais evidente do que a tatuagem. A queloide surge quando as células que deveriam manter o tamanho e preencher o espaço da lesão continuam se reproduzindo, mesmo depois de terem chegado ao nível de pele necessário.


Pasuda Reaw tatuagem feita pela moça (Foto: Reprodução)



Cicatrizando (Foto: Reprodução)

Portanto, pense duas vezes antes de fazerou remover – uma tatuagem.



Cicatriz de queloide. (Foto: Reprodução)



Leia mais:
 
Top