Bullying e Rejeição geram tragédias e podem provocar perdas irreversíveis | Bastidores da Notícia

O bullying é um mal que precisa ser enfrentado e discutido, principalmente em nossas escolas, pelas famílias e autoridades, porém, muitas vezes, esperam o pior acontecer para se tomar uma providência. As pessoas vítimas de rejeição e discriminação em excesso, infelizmente, chegam a cometer suicídio ou  matam seus agressores.


Para quem ainda não sabe, bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais verbais ou físicas, feitas de maneiras repetitivas por um ou mais colegas. O bullying é um problema mundial, e essas ações quando são muito repetidas podem deixar sequelas psicológicas nas vítimas,  tragédias, mortes e percas irreversíveis.
Embora o termo bullying seja recente, isso vem acontecendo a muito tempo e a prática pode gerar um grande poder de destruir a auto-estima de uma pessoa.
Para a Socióloga Luzia Pinheiro devido à enorme pressão a que o bullying sujeita o indivíduo, este torna-se frágil. Uma vez fragilizada, a vítima apresenta dificuldades de comunicação com os outros, o que influencia negativamente a sua capacidade de desenvolvimento em termos sociais, profissionais e emocionais/afectivos (Ventura, 2006). A incompreensão é algo que as vítimas sentem habitualmente por parte dos outros.
As consequências do bullying para a vítima são muitas e destacamos as seguintes:      
1.    BAIXA AUTO-ESTIMA,
2.    MEDO,
3.    ANGÚSTIA,
4.    PESADELOS,
5.    FALTA DE VONTADE DE IR À ESCOLA E REJEIÇÃO DA MESMA,
6.    ANSIEDADE, DIFICULDADES DE RELACIONAMENTO INTERPESSOAL,
7.    DIFICULDADE DE CONCENTRAÇÃO, DIMINUIÇÃO DO RENDIMENTO ESCOLAR,
8.    DORES DE CABEÇA, DORES DE ESTÔMAGO E DORES NÃO-ESPECIFICADAS,
9.    MUDANÇAS DE HUMOR SÚBITAS,
10. VÓMITOS,
11. URINAR NA CAMA,
12. FALTA DE APETITE OU APETITE VORAZ,
13. CHORO,
14. INSÔNIAS,
15. MEDO DO ESCURO,
16. ATAQUES DE PÂNICO SEM MOTIVO,
17. SENSAÇÃO DE APERTO NO CORAÇÃO,
18. AUMENTO DO PEDIDO DE DINHEIRO AOS PAIS E FAMILIARES,
19. FURTO DE OBJECTOS EM CASA, SURGIMENTO DE MATERIAL ESCOLAR E PESSOAL DANIFICADO,
20. DESAPARECIMENTO DE MATERIAL ESCOLAR,
21. ABUSO DE ÁLCOOL E/OU ESTUPEFACIENTES,
22. AUTO-MUTILAÇÃO,
23. STRESS,
24. SUICÍDIO.



 
Top