Presos ficam feridos em motim no Presídio Ênio Pinheiro em Porto Velho | Bastidores da Notícia

Detentos atearam fogo em colchões, mas ainda não se sabe as reivindicações. Cerca de 430 detentos estavam no pavilhão onde teve início o motim, segundo informações da polícia.


Um princípio de motim foi registrado na Penitenciária Estadual Ênio dos Santos Pinheiro em Porto Velho no final da tarde deste sábado (13). Um agente penitenciário da unidade confirmou que vários presos foram levados para o Pronto Socorro João Paulo II com ferimentos, mas não soube precisar o número. A Polícia Militar (PM) diz que cerca de 430 detentos estavam no pavilhão onde iniciou o motim. Familiares que estavam em dia de visita, presenciaram o início da situação e estão no portão da unidade aguardando informações.

Segundo a PM, houve um princípio de incêndio causado pelos presos que colocaram fogo em colchões. As chamas foram controladas pelo Corpo de Bombeiros. Os apenados que ficaram feridos durante a ação foram retirados da unidade e levados para o Pronto-Socorro João Paulo II. O G1 tentou contato com o hospital, mas não recebeu nenhuma informação.

Ainda não se sabe o número de envolvidos, nem de feridos no local. A PM diz que os presos que estavam no momento de visita foram colocados em outro pavimento e nenhum deles ficou ferido durante a ação. No momento, a PM aguarda a Companhia de Operações Especiais para entrar no presídio, fazer a contagem, saber o número de feridos e se mais alguém precisa de cuidados médicos.

Matéria: G1/RO
 
Top