VEREADOR FAZ DURAS CRÍTICAS AO GOVERNO DO ESTADO PELA FALTA DE MANUTENÇÃO DA LINHA D | Bastidores da Notícia

Em discurso no plenário da Câmara de Vereadores de Nova Mamoré, nesta segunda-feira (27), o vereador Hiran Araújo conhecido popularmente como Hiran das Duas Irmãs (PSB), criticou a ineficiência do Governo do Estado pela falta de manutenção da BR – 420, mas, conhecida por “Linha D”, que corta o município de Nova Mamoré de ponta a ponta e que encontra-se em péssimas condições de trafegabilidade há vários meses.

 O parlamentar lamentou a falta de compromisso do Governo do Estado com a população de Nova Mamoré, justamente no município onde ele teve uma das mais expressivas votações na eleição em 2010 e reeleição em 2014. 

A situação se agravou nestes dias devido às intensas chuvas que castigam a região, causando em alguns trechos a interrupção do tráfego por várias horas. “ A rodovia está intransitável, ela é utilizada por todos os moradores e produtores do município e região. 

Os buracos estão por toda parte tornando o tráfego mais difícil, demorado e causando prejuízos aos produtores que precisam escoar a produção e aos condutores de veículos que utilizam a linha todos os dias, como é o caso dos taxistas e do transporte escolar”, destacou Hiran. O vereador ressaltou que a rodovia é de responsabilidade do Governo do Estado e que nos dias de chuva, a situação fica mais difícil, os veículos têm dificuldades para trafegar e os riscos de acidente aumentam. Reclamou indignado que a rodovia têm vários pontos críticos, alguns atoleiros, valetas e bueiros danificados, tudo por falta de manutenção periódica.

 Hiram lembrou que durante a gestão do governador Ivo Cassol, a manutenção da Linha foi prioridade de seu governo. “O Cassol, durante seus dois mandatos, fez duas vezes por ano a manutenção da Linha D. Agora, na gestão do atual governador, a manutenção, de má qualidade é apenas uma vez por ano. 

Esperamos que o Governador Confúcio Moura possa dá um retorno urgente à população e à classe política de Nova Mamoré ”, ponderou o parlamentar. 

Conteúdo: Portal Mamoré 

 
Top