Níveis dos rios Machado, Madeira e Mamoré continuam subindo em Rondônia | Bastidores da Notícia

 

Os níveis dos rios Madeira em Porto Velho, Machado em Ji-Paraná e Mamoré em Guajará Mirim continuam a subir de forma alarmante, de acordo com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de cada localidade. Na capital, o nível da água já chegou a 12,34 metros na quarta-feira (18).

Segundo o diretor do departamento da Defesa Civil de Porto Velho, Marcelo Santos, a situação ainda está estável pois o estado de alerta começa a partir dos 14 metros e o nível emergencial, a partir dos 17 metros. “O Rio Madeira está apresentando um aumento de 20 a 30 centímetros por dia. Se continuar assim, até o fim da semana estaremos em situação de alerta”, afirma o diretor. No entanto, nesta quinta-feira (19), o rio baixou para 11,30 metros.
De acordo com Marcelo, apesar de o prognóstico feito pelos órgãos responsáveis mostrarem que o nível máximo da água será de 16 metros, é importante que as famílias habitantes das áreas de risco fiquem atentas, principalmente dos bairros São Sebastião II, Nacional, Balsa e algumas famílias da região da Candelária. “Na enchente de 2014 também não era previsto aumentar tanto o nível do rio, então é importante estar atento, pois não há como saber com precisão, já que os números vão mudando diariamente”, comenta.
Situação do Triângulo

Sobre as famílias que ainda se encontram nas áreas de risco do Bairro Triângulo, a Defesa Civil afirma que elas devem sair o quanto antes. Segundo Marcelo Santos, essas famílias, se atingidas pela enchente, não poderão ser indenizadas caso haja problemas. “São nove famílias, sendo que apenas uma foi indenizada. As outras não podem receber esse benefício porque se encontram em uma área de reserva ambiental, eles estão ali de forma irregular”, afirma o diretor da Defesa Civil de Porto Velho.
Interior

Os Rios Machado, em Ji-Paraná, e Mamoré, em Guajará-Mirim, que ano passado sofreram com enchentes também estão chegando aos níveis de alerta, com níveis de 8,38 metros e subindo cerca de meio centímetro por dia, sendo que o estado de alerta de ambos é a partir dos 9 metros. Apesar do aumento diário, o Corpo de Bombeiros de Guajará- Mirim e a Defesa Civil de Ji-Paraná afirmam que não há previsões de enchentes neste ano. Com informações Rondoniaaovivo.com.br. 
 
Top