PREMONIÇÃO: ALUNOS AFIRMAM QUE PROFESSOR ELESSANDRO RECEBEU ‘AVISO DE MORTE' | Bastidores da Notícia

No dia (12) o professor contou para a turma que estava um pouco triste, pois o gatinho ora adotado, tinha sido encontrado morto na varanda da residência decapitado, como também com as patas arrancadas e pensou que o cachorro tinha matado o felino.

Porto Velho, RO – A equipe de reportagem conversou na tarde desta segunda-feira (21) com alguns alunos do Professor Universitário Elessandro Milan, de 34 anos, que foi assassinado e posteriormente esquartejado na tarde da última sexta-feira (18). Relembre o caso aqui.

Durante a conversa, os alunos da pós-graduação afirmaram que o professor comentou com a turma, que estava retornando para a residência, quando se deparou com um filhote de gato e mesmo receoso por causa do cão da raça pinscher que já criava, resolveu adotá-lo.

O cão rapidamente fez amizade com o felino e carregava o “novo amiguinho” para todo lugar. No dia (12) o professor contou para a turma que estava um pouco triste, pois o gatinho ora adotado, tinha sido encontrado morto na varanda da residência decapitado, como também com as patas arrancadas e pensou que o cachorro tinha matado o felino.

Uma médica veterinária afirmou com todas as letras que não é característica de um cachorro, matar e arrancar a cabeça de um gato.“Geralmente, essa é a característica do gato quando mata um passarinho, mas o cachorro não faz isso”, informou a veterinária.

Curiosamente, como se fosse uma premonição, o corpo do professor foi encontrado na última sexta (18) na mesma semelhança em que o felino foi morto.

 Fato este que durante o velório, deixou muita gente intrigada após ser lembrado. Policiais da Delegacia de Homicídios não divulgaram nada até o presente momento para não atrapalhar as investigações, mas um policial afirmou para a equipe de reportagem que o caso deve ser concluído em tempo hábil.

Fonte: Anderson Nascimento - Newsrondonia


 
Top