Lojas fecham as portas por falta de clientes em Guayaramerín-Bolívia | Bastidores da Notícia

IMG_20160225_105217Enquanto os empresários de Guajará-Mirim estão comemorando crescimento nas vendas por causa da grande movimentação de bolivianos aqui no município, os empresários de Guayaramerin, na Bolívia estão lutando para sobreviver.
Com o dólar alto e a desvalorização do Real, a avenida Frederico Roman que antes era cheia de turistas brasileiros em busca de produtos importados mais baratos, agora está vazia. A maioria das lojas está fechada, outras abrem em dias alternados.
A empresária boliviana Maria Luisa Bravo, que tem uma loja de calçados de marcas importadas já calcula os prejuízos.
#
Maria Loisa Bravo-Empresária
“Aqui em Guayará as vendas diminuíram por causa da alta do dólar. Não vem mais brasileiro pra comprar, só estamos vendendo para os bolivianos, mesmo assim é muito pouco, por que a população aqui é pequena. Não está sendo fácil sobreviver. Esperamos que o movimento melhore e o dólar baixe um pouco mais”, lamenta a empresária.
No porto oficial de Guajará-Mirim em Rondônia, 70% dos passageiros são bolivianos de acordo com o Sindicato dos Navegantes. Em algumas lojas em Guajará os empresários já registram aumento de 40% nas vendas. Donos de estabelecimentos comerciais no Centro da cidade já estão contratando até vendedores que falam espanhol para atender aos clientes bolivianos.

Audio Player

IMG_20160225_091513IMG_20160225_095738
Fonte: Estação New
 
Top