Anderson Silva se revolta com decisão dos juizes: "Corrupção total" | Bastidores da Notícia

Anderson Silva se revoltou com a derrota nas papeletas dos árbitros no seu confronto contra o inglês Michael Bisping, na noite deste sábado, no UFC Londres: "Corrupção total", disse, ainda no octógono. Após cinco rounds, o brasileiro, voltando após suspensão por doping, perdeu por decisão unânime (triplo 48 a 47). 

"Brasil, a parada é a seguinte: não tem como vencer de um jeito, eles fazem de outro. Vocês viram aí, não é? Corrupção total, às vezes é que nem no Brasil", disparou, em português. 



Além de criticar a decisão dos árbitros, "Spider" também se referia à confusão ocorrida no terceiro período do duelo. Anderson acertou joelhada voadora no oponente no último instante do período, e ele sofreu knockdown. O árbitro Herb Dean assinalou fim do assalto. Anderson interpretou como fim da luta e chegou a subir na grade para festejar, mas foi avisado de que não havia vencido. 

Dono da maior série de defesas de cinturão da história da organização (10) – e da maior série invicta também (16 lutas) -, "Spider" segue em jejum de vitórias.

Desde que bateu Stephan Bonnar, em outubro de 2012, acumulou duas derrotas contra Chris Weidman – que lhe custaram o cinturão – e foi pego em exames antidoping antes e depois do duelo contra Nick Diaz, que acabou declarado comono contest (sem resultado). 



Fonte: Zero Hora
 
Top