Em dois dias, rio Madeira sobe 25 cm e ameaça interditar a BR-364 | Bastidores da Notícia

 

Com uma cota de 17, 33 metros no distrito de Abunã, a 200 quilômetros da capital de Rondônia, o rio Madeira poderá ter uma nova cheia e fechar a BR-364, sentido Porto Velho- Rio Branco. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, em Porto Velho, informou que caso o rio continue enchendo, aproximadamente 2 metros, a água chega na superfície da Rodovia.

De acordo com o agente de Defesa Civil Municipal, Paulo Afonso Alves da Silva, a última medição, feita na terça-feira (5), o rio estava com 17,13 e, apenas dois dias, subiu para 17, 33. O fato mobilizou técnicos para a região, principalmente naquelas houve transbordamentos (Jaci-Paraná e de Novo Mutum a Velha Mutum). “Estamos monitorando o nível do rio diariamente e as informações do Sipam (Sistema de Proteção da Amazônia). Se houver necessidade, colocaremos nosso plano estratégico em ação”, garante Silva.
Diferente do que ocorre na região de Abunã, no médio e baixo Madeira a situação do rio ainda não causa preocupação. De acordo com o agente, na tarde desta segunda-feira, a régua que marca o nível das águas do Rio Madeira registrava 13,16 metros, apenas 16 centímetros a mais que o mesmo período do ano passado. “O que nos preocupa são chuvas nas cabeceiras do rio Beni, que foi o fator responsável pela inundação de 2014”, observou ele.

Silva também afirma que, de acordo com as previsões do Sipam, o nível do rio Madeira vai atingir seu maior pico do final de fevereiro para março. “Estamos bastante preocupados e atentos para tomar todas as medidas possíveis. Acreditamos que essa elevação da cota do Madeira, principalmente na região de Abunã, seja devido à grande quantidade de sedimentos deixada pela cheia do ano passado, fazendo com que o leito do rio ficasse um pouco mais raso”, avalia.

Fonte: http://contilnetnoticias.com.br
 
Top