GUAJARÁ – “NÃO MERECIA MORRER DESSA FORMA”, DIZ MÃE DE JOVEM ESFAQUEADA | Bastidores da Notícia

“Minha dor é imensurável, é o pior sentimento da minha vida. Ela não merecia morrer dessa forma. Queremos justiça”, diz a dona de casa Cláudia de Souza, de 37 anos, mãe da estudante Jéssica da Silva, de 14 anos, que foi morta a facadas na noite da última terça-feira (6) em Guajará-Mirim (RO). O namorado da jovem também foi atingido. As suspeitas de cometer o crime estão sendo procuradas pelas polícias Militar e Civil.

A dona de casa afirma que aguarda com ansiedade a prisão das duas suspeitas de matar a filha. “Quero que elas paguem pelo que fizeram. Não vai amenizar meu sofrimento, mas a justiça deve ser feita”, lamenta.

O crime aconteceu por volta das 21h no bairro Próspero, quando a ex-mulher do namorado de Jéssica e a cunhada se aproximaram do veículo onde a jovem estava com mais três pessoas e a atacaram com golpes de faca e terçado. Durante o ataque, o operador de máquinas pesadas César Castro, de 27 anos, tentou defender a namorada e também acabou sendo esfaqueado.

Castro conta que a ex-mulher ligou cinco minutos antes do crime e o ameaçou. “Estava separado há oito meses e nesse período ela chegou a se relacionar com outros homens, mas sempre ligava querendo se reconciliar e não aceitava”, comenta. Segundo ele, o crime interrompeu os planos de casamento do casal, que pretendia oficializar a união em breve.

César Castro foi golpeado no braço ao tentar defender a namorada (Foto: Júnior Freitas/G1)
César Castro foi golpeado no braço ao tentar defender a namorada (Foto: Júnior Freitas/G1)

“Íamos tomar tacacá com dois parentes meus. No momento que ela abaixou o vidro, minha ex-mulher já deu a primeira facada. Não tinha como os dois que estavam no banco de trás ajudarem porque o carro só tem duas portas, para eles saírem teria que empurrar o banco da frente, mas tudo foi muito rápido. Eu a amo, mas não a tenho mais”, lamenta o rapaz que levou uma facada no braço.

O delegado de Polícia Civil, Sérgio Seizo Toma, informou que pediu os mandados de prisão das suspeitas, mas elas ainda não foram localizadas. As duas serão indiciadas por homicídio duplamente qualificado consumado. Mas somente a ex-esposa de César vai responder por tentativa de homicídio contra César.

“O homicídio duplamente qualificado é aquele por motivo torpe e com recurso que dificultou a defesa da vítima. Ela não teria chances de sobreviver porque foram muitos golpes. Isso agrava ainda mais a ação praticada pelas suspeitas”, diz o delegado.

De acordo com o laudo do médico legista da Polícia Civil, a jovem recebeu mais de dez facadas no corpo e várias terçadas na cabeça. O golpe que causou a morte foi a facada que perfurou o coração.

O crime

Adolescente recebeu ameaças em perfil de rede social (Foto: Reprodução/Facebook).
Adolescente recebeu ameaças em perfil de rede
social (Foto: Reprodução/Facebook).

Uma adolescente de 14 anos foi morta a facadas e golpes de terçado na noite de terça-feira (6) dentro de um carro no cruzamento das avenidas Bandeirantes e Marechal Deodoro, no Bairro Próspero, em Guajará-Mirim (RO). Para a Polícia Civil, a ex-mulher do namorado da vítima cometeu o homicídio. Uma Cunhada da suspeita também teria participado do crime.De acordo com as investigações, a jovem foi ameaçada em uma rede social na internet na segunda-feira (5).

A Polícia Civil informou que a suspeita reside em Nova Mamoré (RO) e teria vindo ao município de Guajará-Mirim somente com o intuito de matar a atual namorada do ex-marido.

Fonte: G1/RO
 
Top